sábado, 22 de setembro de 2012

GABARITO DA PROVA DE MATEMÁTICA FINANCEIRA - PRIMEIROS ANOS L-J (ALDA)

Para calcularmos o juro utilizaremos a fórmula de juros simples: J=C. i. t
Substituindo o valor dos termos temos:
J= 35000,00 X 0,1236 X 1
J= 4326,00

Substituindo o valor dos termos temos:
J= 37200,00 X 0,152 X 3
Logo:
J= 16963,20

Para começar, devemos calcular o valor do juro total subtraindo-se do montante (R$  2.450,00), o valor do capital (R$  2.000,00):

Esteja atento que neste caso a taxa de juros e o período não estão na mesma unidade de tempo. Quando isto acontece, devemos converter uma das unidades.
Identificando-se as variáveis disponíveis, temos:
C=2000,00
J=450,00 (porque M-C)
T= 1 mês = 30 dias

Para calcularmos a taxa de juros utilizaremos a fórmulade juros simples:
i= 0,75% a.d.

4) Conforme estudado no tópico juros simples, vimos que o valor dos juros apurado a cada período não é acrescentado ao valor principal, por isto, na prática tal modalidade de juros não é utilizada pelas instituições financeiras.
Vejamos a seguinte situação: Alguém toma R$ 100.000,00 emprestados, a uma taxa de juros de 1% a.m., qual é o valor total que deverá ser pago após 100 meses?
Os dados para o cálculo dos juros são:
C=100000
I=1% a.m. = 1/100 a.m. = 0,01 a.m.
T= 100 meses

Utilizando a fórmula na modalidade de juro composto e substituindo as variáveis, temos:
M= 270481,38

Veja que neste caso a taxa de juros e o período não estão na mesma unidade de tempo. Neste caso, devemos converter uma das unidades.
Identificando-se os termos disponíveis, temos:
Para calcularmos o juro utilizaremos a fórmula de juros simples:
E substituindo o valor dos termos temos:
J= 216,00
O montante é obtido somando-se ao valor do capital, o valor total dos juros. Tal como na fórmula: M= C+j
Ao substituirmos o valor dos termos temos:
M=1500,00 + 216,00
M= 1716,00

Para calcularmos o capital vamos utilizar a fórmula de juros simples, temos:
C=57142,86.

Esteja atento que neste caso a taxa de juros e o período não estão na mesma unidade de tempo.
Para calcularmos o juro utilizaremos a fórmula de juros simples
J= 1794,00
O montante é obtido somando-se ao valor do capital, o valor total dos juros. Tal como na fórmula: M= C+j

Ao substituirmos o valor das variáveis temos:
M= 4294,00.

8) Escreva V para a afirmação verdadeira e F, para a falsa:
a) (  V  ) Quando aplicamos juros compostos,  chamamos de capitalização o momento em que os juros são incorporados ao principal.
b) (   V  ) O Capital é o valor aplicado através de alguma operação financeira.
c) (   V  )   A taxa de juros indica qual remuneração será paga ao dinheiro emprestado, para um determinado período. 
d) (  F  )   Outra forma de apresentação da taxa de juros é a unitária, que é igual a taxa percentual multiplicada por 100, sem o símbolo %.

9)  Um jogador de futebol, ao longo de um campeonato, cobrou 75 faltas, transformando em gols 8% dessas faltas. Quantos gols de falta esse jogador fez? RESPOSTA : A
8% DE 75 = 8/100 x 75 = 600/100 = 6.
10) É frequente o uso de expressões que refletem acréscimos ou reduções em preços, números ou quantidades, sempre tomando por base 100 unidades. Complete as lacunas dos exemplos a seguir, tornando verdadeiras as afirmativas:
a) A gasolina teve um aumento de 15%. Significa que em cada R$100,00 houve um acréscimo de R$15,00.
b) O cliente recebeu um desconto de 10% em todas as mercadorias. Significa que em cada R$100,00 foi dado um desconto de R$10,00.
c) Dos jogadores que jogam no Grêmio, 90% são craques. Significa que em cada 100 jogadores que jogam no Grêmio, 90 são craques.
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário